segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A opinião de Carrier


Uma opinião a reflectir sobre o estudo da história. Diz Richard Carrier que temos de ser cautelosos com as publicações de história escritos antes da década de 1950. As razões por ele apresentadas encontram-se no seu blog: http://richardcarrier.blogspot.pt/2007_04_01_archive.html

Quererão os nossos leitores da área da história comentar?


1 comentário:

Leo Abrantes disse...

Olá!

Depende sempre de que período estamos a falar, mas de um modo geral, há que ter sempre atenção quando pegamos numa obra historiográfica antiga - Não só quanto às interpretações do autor que podem estar ultrapassadas, até pelos limites documentais que o autor possuia.

Até porque na segunda metade do século passado houve uma grande revitalização da disciplina, com recurso à interdisciplinaridade e novos olhares sobre os mesmos assuntos.

Para um leigo, é necessário estar atento às mais recentes publicações para o caso de haver revisões historiográficas importantes.

Por exemplo, para os Descobrimentos Portugueses - a recomendação é para ter atenção à bibliografia anterior aos últimos 25 anos. O facto de haver agora um maior contacto com a produção historiográfica feita in loco (no caso da Indía portuguesa), vem trazer luz a questões obscuras ou que se simplesmente se ignoravam.