sexta-feira, 12 de junho de 2009

"A Grande Festa da Ciência"

Realizou-se no passado dia 9 de Junho “A Grande Festa da Ciência”, na Escola EB2,3 Piscinas-Lisboa, nos Olivais, organizada por João Monteiro, autor deste blog. Esta actividade resultou do compromisso dos autores de levarem a cultura a um máximo possível de pessoas.
Esta iniciativa contou não só com palestras, mas também com actividades interactivas no pátio do recreio, uma vez que o público-alvo eram alunos do 5º ao 9º ano de escolaridade, ou seja, jovens que preferem aprender brincando, tocando e interagindo. Tudo isto só foi possível com o apoio da comunidade escolar e com a participação de várias instituições que aceitaram o convite de vir a este estabelecimento de ensino.
Os três objectivos principais desta organização foram:
- Divulgação científica junto dos alunos;
- Divulgação das Instituições e suas iniciativas junto dos docentes;
- Divulgação das Instituições junto umas das outras para possíveis sinergias futuras.
Assim, dentro das três salas que receberam as palestras estiveram os seguintes oradores: João Monteiro a comunicar sobre o tema “A Evolução de Darwin”, o Jardim Zoológico de Lisboa com “O papel dos Zoos na conservação das Espécies”, o Jardim Botânico de Lisboa com “A adaptação das plantas”, o Lagartagis que falou sobre Borboletas, outros insectos e seu ciclo de vida, e o Instituto Gulbenkian Ciência (IGC) que divulgou o papel desta instituição na investigação científica em Portugal.
No exterior encontrava-se a recém-criada empresa de divulgação científica, “Neurónios Curiosos”, que exibiu diversos modelos de cones vulcânicos, em que um deles simulava mesmo uma erupção utilizando reagentes caseiros, possuindo também fósseis, metamorfoses de anfíbios e insectos e reaproveitamento de materiais. Ao lado, noutra bancada, também o IGC demonstrava os seus modelos interactivos. Um cérebro humano desmontável tentava ser reconstruído pelos alunos, enquanto a investigadora explicava as características genéticas hereditárias. Mas a cereja no topo do bolo foi mesmo a extracção do ADN do morango com reagentes caseiros.
Outras instituições não estiveram presentes mas deixaram o seu contributo, fornecendo posters, informação pedagógica, livros e DVD’s com filmes sobre a natureza. Com a vontade de que iniciativa não durasse apenas um dia, todo este material didáctico foi oferecido à biblioteca da escola, para que os alunos possam consultá-lo em futuros trabalhos. Agradecemos deste modo à Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), ao Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) e à Quercus.
Em suma, esta iniciativa foi um sucesso. Via-se espelhado na face dos jovens alunos a alegria de aprenderem, e, também, sonhos de um futuro, possivelmente, de mãos dadas com a ciência.


Colaboração:
Neurónios Curiosos - http://www.neuronioscuriosos.pt/
Jardim Zoológico - http://www.zoo.pt/
Jardim Botânico - http://www.jb.ul.pt/
Lagartagis – http://www.borboletasatravesdotempo.com/lagartagis.html
IGC – http://www.igc.gulbenkian.pt/
SPEA – http://www.spea.pt/
ICNB – http://portal.icnb.pt/ICNPortal/vPT2007/
Quercus – http://www.quercus.pt/scid/webquercus/

Palestra sobre "A adaptação das Plantas"

O IGC explica a hereditariedade. Extracção do ADN do morango!!

2 comentários:

Luís disse...

Eu estive lá e gostei muito. Quando é a próxima?

J. Monteiro disse...

Nós, autores do blog, achamos que iniciativas desta índole devem ser replicadas. Portanto, seria óptimo que antigos alunos, ou outros, se aproximassem das escolas, e dessem, de algum modo, o seu contributo para a cultura dos jovens.
Desta vez, contribuímos humildemente para a cultura científica. Da próxima, quem sabe se não enveredaremos numa aventura literária? Fica lançado o deafio, Luís.
Devemos parar e perguntar: "O que é que eu posso fazer?", porque todos nós temos algo para dar. Se têm algum interesse cultural em particular, divulguem essa paixão junto da comunidade escolar.